Volta às aulas: por que é importante recomeçar

As férias escolares e a volta às aulas, como quase tudo na maternidade, divide as mães. Enquanto umas amam, outras odeiam, mas se existe algo em que todas nós concordamos é que a rotina fica uma maluquice.

 

Durante as férias a gente costuma relaxar um pouco nas regras. Entre viagens – curtas e longas –, colônia de férias, dias na casa dos amigos e tudo o mais que fazemos para entreter as crianças, é normal que alguns dos hábitos fiquem esquecidos.

As férias existem para que as crianças relaxem de uma rotina que não parece, mas é estressante. Todos nós precisamos descansar da rotina, adultos e crianças. Seja a do trabalho, seja a da escola. E, mesmo os pequeninos, que brincam, mesmo que de forma dirigida, também precisam de tempo longe do dia a dia.

Por isso viajamos para conhecer novos lugares e novas culturas. Por isso existem os finais de semana. É por que queremos fugir da rotina que escolhemos um novo restaurante. Ou que passamos um final de semana romântico longe das crianças. E é por isso que os finais de semana na praia são sempre lembranças inesquecíveis.

Sair da rotina em prol da diversão é preciso

Profissionais que não tiram férias regularmente sofrem de burnout, mais problemas de saúde aliados ao estresse, como problemas para dormir.

E o mesmo com as mães. Todas nós precisamos relaxar e de descanso. Além de mães, somos mulheres, profissionais, filhas, amigas. E a gente precisa relaxar nas regras, com e sem os filhos e curtir férias, feriados e finais de semana, sempre que possível.

 

Mas tudo que é bom acaba. E isso é essencial

Viajantes profissionais costumam dizer que adoram viver um dia diferente do outro. E o que os fazem pular de país em país é justamente a sede por novidade. Mas que esse estilo de vida, embora traga felicidade momentânea, também traz alguns maus hábitos típicos dos que não possuem raízes.

Eu passei uma vida com uma dificuldade imensa de me adaptar a rotinas. Sempre fui rebelde, com sono intermitente, comendo mal, trabalhando muito, pulando de projeto em projeto, viagens repentinas e muito estresse acumulado e poucas férias.

Com o nascimento da Victoria eu me vi obrigada – no meio de uma tremenda crise existencial –, a organizar uma rotina para ela, pra mim, para a casa. Ao longo dos anos fomos as duas nos beneficiando dessa rotina, que nunca foi muito rígida, mas foi um norte e um divisor de águas. Meu sono melhorou, ela passou a dormir, começamos a comer melhor, a beber mais água, a ter mais tempo de qualidade juntas e separadas.

As férias bagunçam e o equilíbrio é importante.

Para as mães que sofrem com a volta às aulas por que adoram as férias e para as mães que torcem todos os dias para que as férias acabem logo, só um lembrete: equilíbrio é importante.

Da mesma forma que nossos pequenos precisam dessa quebra da rotina, eles também precisam que as coisas retornem ao seu eixo.

Sim, a maioria deles adora a escola, mesmo choramingando nos primeiros dias de saudades das férias. É o mesmo com a gente: quanto tempo você demora para voltar ao ritmo depois de um mês paradisíaco de férias?

Bom retorno às aulas, queridas todas. Vamos olhar para o binômio férias x volta às aulas por um viés mais positivo e assim sofrer menos, seja lá para qual time você torce.

Boa volta ao ritmo de todo mundo dormindo mais cedo, comendo melhor e de forma mais saudável, bebendo mais água. Bom retorno a uma casa mais limpa, mais arrumada e com você pisando menos em Lego e bonequinhos toda madrugada. E até as próximas férias, onde enlouqueceremos com a quebra na rotina, novamente. Que bom. <3

 

Imagem destacada Dawid Sobolewski para Unsplash
Imagem Leo Rivas para Unsplash
Blocos para crianças
Postagem anterior
Blocos para crianças: Agenda do Carnaval Infantil no Rio 2018
Próxima postagem
Fantasias de carnaval para bebês e crianças

Sem Comentários

Envie uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

*

Voltar
COMPARTILHAR

Volta às aulas: por que é importante recomeçar