Smash the cake: os problemas e dilemas dessa moda

Já faz um tempo que a moda do smash the cake está por aí. Mas na minha opinião ela vem carregada de problemas e dilemas pra gente pensar a respeito.

Vocês já ouviram falar de smash the cake? Se você teve um bebê nos últimos 5 anos, provavelmente não só ouviu falar como viu uma infinidade de ensaios de fotos com esse tema. E não dá pra negar: aquela foto do bebê todo lambuzado de bolo é fofa demais.

Na corrente da fofura, o smash the cake se tornou uma moda entre mães (e pais e tias e avós). Fotógrafos passaram a oferecer o ensaio para bebês e crianças pequenas, o que inundou ainda mais a internet com as fotos.

Não dá para ignorar que a sessão de fotos de smash the cake parece muito divertida. Mas, para mim, a moda vem carregada de dilemas e probleminhas. Vale dizer que esses dilemas não estão sendo expostos para condenar ninguém – já disse que acho as fotos fofas? – mas sim para podermos pensar juntas a respeito.

smash the cake

comida não é brinquedo

Eu sou bastante séria com a forma que ensino meu filho, desde bebê, a lidar com a comida. A boa relação dele com os alimentos é algo cultivado desde sempre na família. Brincar com a comida com o único objetivo de “fazer bagunça para foto” não é uma opção aqui em casa. E, na minha opinião, esse “brincar” com a comida deveria ser repensado em um país onde comida não é brincadeira.

Se a ideia é fazer bagunça para tirar foto, poderia substituir o bolo por tinta, terra ou massinha.

é desperdício de comida

Produzir um bolo, amassar, esfregar no chão, brincar e depois jogar tudo fora me parece uma ostentação desnecessária de comida. Tem gente (bem mais perto do que imaginamos) que nunca sequer vai ter um bolo de aniversário. E a gente acha tudo bem jogar fora um bolo perfeitamente bom só para efeitos da foto? Não, né?

Algumas pessoas já fizeram esse questionamento e até criaram formas de fazer as fotos com menos desperdício. Já vi, por exemplo, smash the cake usando apenas chantilly – o que me leva ao próximo tópico.

estimula a ingestão de açúcar

Se você leu meu texto “Meu bebê não come açúcar” sabe muito bem o que eu acho sobre bebês e açúcar na alimentação. Numa fase em que o bebê coloca absolutamente tudo na boca – de comida a sapatos – é impossível que durante um ensaio de smash the cake ele não acabe experimentando açúcar.

Não custa nada esperar um pouco mais para expôr o bebê ao açúcar em excesso de um bolo ou de um monte de chantilly. Para evitar essa exposição, eu já vi algumas mães substituindo o doce por frutas – num novo conceito, o smash the fruit. Mas assim, continua sendo desperdício de comida, né?

E você? O que pensa do ensaio de fotos tipo smash the cake?

Postagem anterior
Dicas de canais para crianças cacheadas ou crespas
cinta pós-parto
Próxima postagem
Cinta pós-parto, usar ou não usar?

Sem Comentários

Envie uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

*

Voltar
COMPARTILHAR

Smash the cake: os problemas e dilemas dessa moda