8 dicas para manter a imunidade alta (adultos e crianças)

A estação mais fria do ano é quando estamos mais propensos a gripes e resfriados. Saiba como manter a imunidade em alta de forma natural.

 

Chega o inverno, começa a preocupação com viroses (aliás, a gente começa a sofrer no outono, né?). A Organização Mundial da Saúde (OMS) calcula que todos os anos entre 5% e 10% dos adultos e 20% e 30% das crianças sejam infectados pelo vírus Influenza, responsável pela gripe. E o que a gente precisa fazer?

Prevenir

A prevenção é essencial para que a doença não atinja fortemente a população, especialmente o grupo mais vulnerável estabelecido pelo Ministério da Saúde, do qual as crianças fazem parte.

Para estimular a imunidade separamos seis dicas simples e naturais que ajudarão pessoas de todas as idades a passar de forma saudável pela próxima estação e pelo resto do ano.

Roupas adequadas

Segundo Fabricio Dias, médico antroposófico da Weleda, o que protege a saúde tanto do frio como do calor é a qualidade da roupa. Assim, é preciso evitar roupas sintéticas e dar preferência a algodão e lã, por exemplo.

Beber água

É muito importante manter a pele hidratada para evitar dermatites e também para manter as mucosas hidratadas. Beba muita água.

 

8 dicas para manter a imunidade alta (adultos e crianças)

Comida saudável sempre

O ideal é comer legumes e verduras cozidos e carnes grelhadas. Sementes como castanha-de-caju e castanha-do-pará também ajudam a nutrir de forma integral o organismo.

Hábitos de higiene

Lavar as mãos com frequência e não colocá-las na boca, nos olhos e no nariz. Quando espirrar e tossir use o braço como proteção. Esses são hábitos fundamentais para a prevenção de doenças, em qualquer período do ano. Impossível com crianças? Sim. Mas…

Para quem tem crianças em casa, Dias sugere que os adultos façam essas atividades na frente delas, sempre ressaltando os benefícios de agir assim. Desse modo, as crianças incorporarão esses hábitos saudáveis em suas rotinas naturalmente. Eles são pequenas esponjas.

Sem friagem

Para tirar a friagem do corpo e também relaxar, o escalda-pés é uma solução simples e rápida que pode ser feita a qualquer momento. Quando uma pessoa é aquecida, há uma espécie de convocação para que as células de defesa fiquem mais ativas. “O calor nas extremidades do corpo provoca leve vermelhidão graças à dilatação dos vasos sanguíneos. Também torna nossas células de defesa (em especial os glóbulos brancos chamados de granulócitos) mais ativas e capazes de nos proteger melhor. Assim, ao realizarmos um escalda-pés, estamos levando calor para todo o organismo por meio do sangue que flui da extremidade até o centro, melhorando de forma notável o funcionamento do sistema imune”, afirma Dias. Essa dica, aliás, serve tanto pra prevenir gripes e resfriados, como para tratá-los.

Sol ajuda

A Medicina Antroposófica – prática que busca compreender e tratar o ser humano considerando sua vida emocional, sua individualidade e sua relação com a natureza – sugere que, sempre que possível, as pessoas se exponham ao sol, por um momento breve, para ajudar na síntese da vitamina D, que também é imunoestimulante.

Exercícios são essenciais

Atividade física é muito importante para a imunidade, já que, ao ativar a circulação, o resultado é um processo de calor, que é a base para o funcionamento do sistema imune.

 

Imagem interna Hal Gatewood
Postagem anterior
Por que ter filhos?
Receita: sopa de ervilhas
Próxima postagem
Receita: sopa de ervilhas

Sem Comentários

Envie uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

*

Voltar
COMPARTILHAR

8 dicas para manter a imunidade alta (adultos e crianças)