Mãe, como é a sua vida sexual?

Outro dia escrevi uma bobagem qualquer sobre sexo no Facebook, na minha timeline pessoal, e uma amiga (que eu amo, mas é caretinha) me mandou uma mensagem. Ela me alertava que talvez eu devesse deixar o bate-papo sobre sexo de lado, afinal eu era mãe e ainda tinha o Mundo Ovo.

Fiquei meio sem saber o que responder e escrevi uma coisa genérica qualquer, que não concordava e nem desabonava o comentário dela. Os dias passaram e eu confesso que fiquei meio ofendida.

Afinal qual era o problema? Mães não são seres sexuais? Ou era um problema específico com as mães separadas?

Não é segredo pra nenhuma das nossas leitoras que eu me separei há quase cinco anos, que foi um sofrimento imenso e que foi uma longa busca atrás da mulher que existia em mim. Que estava perdida em um mar de maternidade, culpa e falta de auto estima. Até eu descobrir quem eu era de verdade demorou anos. E agora eu preciso esconder a minha feminilidade dentro do manto sagrado da maternidade? Fala sério!

Um grupo de mães no Facebook que só fala sacanagem, eu participo

Tudo isso me lembrou o blog de uma escritora e mãe da Nova Zelândia, Emily Writes. Ela ficou famosa por um dos posts mais engraçados que eu já li na vida que era uma resenha sobre o filme do Tarzan aonde ela passou a maior parte do tempo bebendo vinho e falando de todos os atributos físicos do Alexander Skarsgard. Ela, mãe de alguns filhos, fala as coisas mais bruscas, toscas e sexuais da blogosfera materna com uma naturalidade que não me espanta e que eu aplaudo de pé.

Há alguns meses atrás, ela convidou alguns leitores para um grupo fechado no Facebook que se chama “The Zac Efron shower scene rom com appreciation club”. Esse grupo fala basicamente de sacanagem. Não tem como suavizar. São umas 600 mulheres pelo mundo e um punhado de homens gays babando por todos os atores hollywoodianos sem camisa, molhados, em poses sexy. Única regra. Não pode foto de paparazzi. Só fotos posadas para editoriais.

Jason Momoa aparece sempre. Zac Efron é o patrono do grupo. Todo mundo concorda que o Jeff Goldblum tá mais gato agora do que quando era mais jovem. E ainda coisas mais pessoais, sobre nossas próprias culturas e sexo (aparentemente eu sou a única brasileira ativa no grupo) e questões difíceis, como falar aobre sexo com seu filho adolescente.

Em comum todas nós somos mães. O grupo mais ativo tem entre 35 e 45 anos. A maioria tem um marido pra chamar de seu, pelo menos uma tem uma mulher, e outro dia eu ganhei o concurso de final de semana “mais quente”. Não teve prêmio, mas teve boas risadas.

O que acontece com a nossa sexualidade depois da maternidade?

Eu acho que falta isso aqui, sabe? Conversas honestas sobre sexo entre mulheres/mães. Sobre o excesso, a falta, medos, inseguranças e até mesmo uma reclamação básica por que o marido anda preguiçoso e você anda afim de se trancar com ele no banheiro para uma rapidinha diária antes das crianças acordarem.

Me pergunto honestamente se só eu ando com muito sexo na cabeça ou se todas vocês também pensam no assunto? Se ficam atrás de lingerie sexy, se querem variar na cama – posições, parceiros, fantasias?

A gente perde a sexualidade com a chegada da maternidade? É difícil voltar a ser aquela que trepava até pendurada no lustre? Vocês sentem falta de um grupo fechado e seguro para falar abertamente sobre sexo? Se sim, mandem mensagem nos comentários ou mensagens privadas no Facebook, quem sabe podemos criar algo do tipo.

Penso que todas nós temos o direito de ser quem quisermos ser: tímida, extrovertida, suave ou mente aberta. Independentemente de quem você seja, honrar a própria sexualidade é um dos caminhos mais importantes (e prazerosos) do autoconhecimento.

 

foto: unsplash

ilustração: Regards Coupables

maternidade tardia
Postagem anterior
Maternidade tardia: Saiba quais são seus riscos e benefícios
competicao entre maes de bebes
Próxima postagem
A competição entre mães de bebês

2 Comentários

  1. Raynne
    29 de Maio de 2018 at 20:57 — Responder

    O grupo foi criado? Precisando de um grupo assim viuuuuu

    • Camila
      4 de junho de 2018 at 13:09 — Responder

      Raynne, ainda não. 🙁

Envie uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

*

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Voltar
COMPARTILHAR

Mãe, como é a sua vida sexual?