Preparando os seios para a amamentação

A preparação dos seios na gravidez é o primeiro de uma série de posts para ajudar as gestantes e mães de primeira viagem a se manterem informadas sobre as questões da amamentação.

 

Quando engravidamos vivemos momentos especiais, lindos, tensos. Uma montanha-russa de emoções diárias que ficam mais exacerbadas pelas mudanças hormonais que vivemos. E uma das maiores questões que todas nós temos é sobre a amamentação. Como devemos nos preparar para viver essa etapa da forma mais plena possível?

O Brasil já é uma referência mundial na amamentação. O Portal do Governo Brasileiro afirma que 41% das mães já mantêm a amamentação exclusiva até os primeiros seis meses de vida do bebê, o dobro das taxas registradas nos Estados Unidos, Reino Unido ou China. E por conta disso, além de outros fatores, a mortalidade de crianças menores de cinco anos no Brasil caiu 80%, passando de 66 para 12,9 para cada mil nascidos vivos entre 1990 e 2014. Dados impressionantes, mas sabemos que a luta ainda é grande.

Para que a mãe obtenha sucesso no aleitamento materno ela precisa de uma rede de apoio e suporte da família, dos médicos que a acompanham e de leituras embasadas. O Mundo Ovo quer ajudar cada uma de nossas leitoras a passar pela fase da amamentação da maneira mais informada possível. Por isso, preparamos uma série de posts sobre o tema. Esse é o primeiro. A cada novo post, linkaremos todos os posts sobre o assunto. E o tema de hoje é preparação dos seios para a amamentação.

Como, quase tudo nessa vida, as informações são desencontradas. Minha obstetra, por exemplo, disse que eu não fizesse nada, pois já estava fazendo tudo certo. Na época eu não sabia e não perguntei o que era “tudo certo”. E foi pesquisando para escrever esse post que eu achei as informações detalhadas.

Lavar os seios só com água:

Nossa pele já tem uma hidratação/gordura natural e quando usamos sabonete, não só nos seios, mas no corpo, essa hidratação é removida. Sem essa hidratação a chance de rachaduras nos mamilos aumenta. Existem pequenas glândulas localizadas na aréola que produzem secreção sebácea que protegem a pele para a amamentação.

Não esfregar os mamilos:

Esse é dos maiores mitos da amamentação. Você não precisa e nem deve esfregar seus mamilos com toalha ou esponjas. Não só dói e causa ressecamento, como não surte nenhum efeito. Você também não deve usar protetores de mamilo ou conchas na hora de amamentar.

Use sutiãs confortáveis:

Eu, particularmente, já tenho seios muito grandes, por isso meus sutiãs já eram apropriados e meus seios não cresceram tanto. Para ser bem honesta, eu nem senti diferença e continuei usando os mesmos sutiãs até o final da gravidez. Acho que as mulheres com seios pequenos sentem mais essa diferença e um maior desconforto, já que a mudança é mais radical.

De qualquer forma, nossos seios ficam mais sensíveis e devemos usar sutiãs confortáveis. Dê preferência ao algodão, pois a pele respira melhor quando os tecidos não são sintéticos. Além disso, aposte na boa sustentação, esqueça o aro de ferro e finalize com fecho ajustável nas costas.

E se você quer saber qual a diferença entre o sutiã que você precisa nessa fase e na amamentação, clique aqui e além disso, um guia de compras.

Não importa o tipo de mamilo:

Existem os mamilos normais ou protusos (quando o bico do seio é para fora), os planos (retos) e os invertidos (para dentro). Especialistas informam que mesmo quem tem mamilo invertido ou plano conseguem amamentar com sucesso, mesmo que haja uma dificuldade no início, pois o bebê precisa abocanhar a aréola e não o mamilo.

Informe-se:

O melhor preparo para a amamentação é a participação em grupos de suporte e cursos de amamentação para gestantes. Procure se informar sobre os dias e horários dos grupos educativos de amamentação para gestantes nos bancos de leite. Hoje existem 245 locais para doação de leite humano em todo o país. Para saber a localidade mais próxima de você clique no mapa.

 

Para saber o que a gente já escreveu sobre amamentação, clique aqui.

 

 

Preparando os seios para a amamentação

Aprender a pular com dois pés juntos
Postagem anterior
Aprender a pular com dois pés juntos é sinal que seu filho está pronto para o desfralde?
Próxima postagem
Ensaio de gravidez: dá para não ser cafona?

Sem Comentários

Envie uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

*

Voltar
COMPARTILHAR

Preparando os seios para a amamentação