Até quando o bebê deve dormir no quarto dos pais?

Você sabe a resposta? Veja quais são as recomendações da Academia Americana de Pediatria sobre o assunto!

 

De acordo com a Academia Americana de Pediatria (AAP), os bebês deveriam dormir no mesmo quarto que os pais no mínimo até 6 meses de idade mas, preferencialmente, até 1 ano. O ideal é que eles durmam no mesmo quarto, próximos, porém não dividindo a mesma cama – o bebê deve ficar no berço.

O principal motivo para essa recomendação é evitar o risco de morte súbita. Uma pesquisa conduzida pela AAP mostrou que pais que dormem próximos aos bebês reduzem o risco da Síndrome da Morte Súbita em até 50%. Outra boa razão para o bebê dormir no quarto dos pais é que a proximidade torna a amamentação mais fácil e proporciona mais conforto e estímulo físico pelo fato do bebê estar em um ambiente com mais gente.

Berço co-sleeper Baby Bay

O que é a Síndrome da morte súbita infantil?

A Síndrome da Morte Súbita Infantil, também conhecida por Síndrome da Morte Súbita do Lactente ou “morte do berço”, não é uma doença específica. É um diagnóstico médicos para quando um bebê aparentemente saudável morre sem motivo aparente. Fatores intrínsecos como a prematuridade e a exposição ao cigarro durante a gestação podem aumentar o perigo da morte súbita. Por tanto ter hábitos saudáveis e fazer um bom pré-natal é fundamental.

Para reduzir o risco da Síndrome da Morte Súbita Infantil, os pais devem proporcionar um ambiente seguro ao sono do bebê. Veja quais são as recomendações:

 

Colocar o bebê para dormir de barriga para cima;

Evitar cobertores e mantas (é mais seguro não usá-los pelo menos antes dos 6 meses);

Não agasalhar demais o bebê nem deixe o quarto quente demais;

Utilizar um colchão firme no berço;

Não deixar objetos soltos no berço como travesseiros, bichos de pelúcia etc;

Não dormir na mesma cama que os bebês;

Não mudar o bebê de lugar durante o sono.

 

Outro ponto de vista

Uma pesquisa recente publicada no site Pediatrics, porém, questiona a eficácia da recomendação. O estudo afirma que os bebês que ficam no mesmo quarto que os pais dormem um pouco menos em relação aos que dormem sozinhos (7 horas contra 7,8). Outro argumento usado é que os bebês que dormem no mesmo quarto tem mais objetos perigosos no berço (bichos de pelúcia e almofadas, por exemplo) e também que existe mais chance do bebê dormir na mesma cama dos pais, o que é perigoso.

Em depoimento ao jornal NewYork Times, Dr. Ian M. Paul, que conduziu a pesquisa, diz que “depois dos 6 meses a Síndrome da Morte súbita é rara”. E introduz um assunto que não estava nas recomendações da AAP: “A ansiedade da separação tem seu ápice quando a criança tem 1 ano. Mudar de repente o local que a criança dorme nesse período é receita para confusão”.

Até agora, no entanto, a recomendação da Academia Americana de Pediatria segue sendo a mesma.

 

Como foi na casa de vocês? As crianças dormiram no mesmo quarto nos primeiros meses? Quando foram para o quarto delas?

*Crédito da imagem em destaque: Berço Next2Me Chicco

festa lady bug
Postagem anterior
FESTA Lady Bug: detalhes lindos que fazem a diferença
semanas da gravidez em meses
Próxima postagem
Tabela para converter as semanas da gravidez em meses e trimestres (ou vice-versa)

Sem Comentários

Envie uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

*

Voltar
COMPARTILHAR

Até quando o bebê deve dormir no quarto dos pais?