Você não precisa ensinar o seu filho a dividir?

Aprender a dividir ou deixar a criança dizer não sempre que quiser?

 

Há algumas semanas atrás, um post no Facebook de uma mãe americana viralizou na internet. Nele, ela contava que incentivou o seu filho a dizer “não” para alguns meninos que queriam que ele dividisse seus brinquedos, quando ele não estivesse afim. A mãe justificou sua decisão fazendo a seguinte comparação: se ela, uma adulta, estiver comendo um sanduíche, precisa aprender a dividir com outras mães?

 

 

Enquanto os comentários na internet se dividiam entre a mãe ter sido grosseira e outras tantas pessoas achando ela o máximo, eu me peguei cinicamente pensando que essa história não estava tão bem contada. Sabe aquele título vendedor de polêmica, mas a história não é bem assim?

Porque ela prosseguiu dizendo que, enquanto as mães dos seis meninos que queriam brincar com os bonecos do seu filho olharam torto pra ela, na verdade o seu pequeno estava esperando sua amiguinha chegar para mostrar, brincar e dividir seus brinquedos com ela. Ou seja: ele sabe dividir, ele quer dividir, ele só não queria dividir com eles.

Oras, não existe uma lei da pracinha que obrigue seu filho a dividir tudo o que tem com estranhos. Se seu filho não quer brincar com um grupo de crianças, você vai se afastando, sem que necessariamente você precise fazer disso uma problematização. Isso se chama conviver em sociedade. Não precisa de textão pra isso.

Agora, uma coisa muito diferente é você usar uma história tão boba como essa para levantar uma bandeira de que seu filho não precisa aprender a dividir, que ele precisa sim aprender a dizer não e ponto final. Isso é contribuir cada vez mais para uma polarização do mundo, que é tudo o que a gente não deveria estar fazendo.

A humanidade está na situação atual porque as pessoas estão cada vez mais egoístas e cada vez mais chafurdadas em seus mundinhos particulares, sem empatia, sem amor ao próximo, sem aprender a ceder um milímetro em suas ideias. Isso é o que você quer para a geração do seu filho? Porque eu acho que a gente precisa fazer melhor. Urgente.

E para isso precisamos procurar o equilíbrio. A gente precisa ensinar nossos pequeninos a dizer não, mas também precisa ensinar a dividir, sim. E não é só o brinquedo na pracinha. Tem que aprender a oferecer um pedaço do chocolate que ele ganhou para o resto da família depois do jantar, tem que aprender a dividir o tempo da televisão entre o desenho animado e o filme que a mamãe quer assistir. Eles não podem ser completamente autocentrados em seus desejos. Autocentrado é o que toda criança já é. É nosso papel ensinar que existe um mundo e ele precisa conviver em uma comunidade onde ele não é o centro do universo.

Pode ser minha porção Poliana, mãe de criança de escola construtivista, mas caramba, gente! Queremos filhos bacanas, empáticos, capazes de mudar a humanidade com a sua bondade. Sim, ele pode não querer dividir seu boneco na pracinha com a criança que ele não conhece, mas quantas amizades duradouras não foram construídas justamente em uma situação de conflito? Quantas vezes sua lindona não quis dividir suas bonecas na pracinha, fez pirraça e você acatou a vontade dela, para cinco minutos depois ela entregar a boneca de bom grado para a nova amiga por que ela ficou de olho no baldinho da outra e aí valia a pena trocar?

Por isso que eu achei esse post idiota. Por que ele só serviu pra fazer textão cheio de raiva e verdades atravessadas. E hoje descobri ela em um outro site (que não vou divulgar de propósito) com um outro post dela, seguindo a mesma linha, dizendo que todos nós precisamos aprender a dizer não (crianças, adultos etc.) no melhor estilo palestrante de autoajuda e, nada discretamente, aproveitando sua recente fama online para vender suas palestras sobre consultoria financeira. O mundo cansa, gente.

Centopeia Interativa
Postagem anterior
Centopeia Interativa estimula a codificação e a lógica
Coisas que ninguém me contou quando virei mãe
Próxima postagem
Coisas que ninguém me contou quando virei mãe

Sem Comentários

Envie uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

*

Voltar
COMPARTILHAR

Você não precisa ensinar o seu filho a dividir?