Estudo afirma que é possível prever as primeiras palavras do bebê

Mamãe? Papai? Bola? Gato? Banana? Qual será a primeira palavra que seu filho vai falar? Você tem algum palpite? Bem, pesquisadores da Universidade de Indiana, nos Estados Unidos, têm. Um estudo publicado recentemente afirma que é possível prever as primeiras palavras baseado na experiência visual do bebê.

Embora muitos pesquisadores já tenham estudado as primeiras palavras para entender melhor como o aprendizado funciona, segundo a professora Linda Smith, da Universidade de Indiana, nenhum abordou a questão a partir do lado visual. “Memória visual pode ser a chave inicial para fazer as palavras ficarem vinculadas aos objetos. É uma experiência agregada, as primeiras palavras podem ser aprendidas – aos poucos e de forma incrementada – por alguns objetos visualmente marcantes. Essa pode ser a maneira pela qual as crianças ingressam na linguagem antes de seu aniversário de um ano.”

O estudo não foi conduzido para satisfazer a curiosidade de pais ansiosos, claro, ele pretende ser uma importante ferramenta para auxiliar no tratamento de crianças com problemas de déficit de linguagem e autismo. “Dificuldade de aprender palavras pode ter origem em problemas de processamento visual. Crianças que demoram para falar podem ter um processamento visual de objetos mais lento ou tardio, por exemplo. Crianças autistas têm problemas de processamento visual também”, afirma Smith.

Para realizar o estudo, os pesquisadores colocaram câmeras de vídeo na cabeça de bebês entre 8 e 10 meses e depois analisaram as filmagens do campo visual das crianças. Em seguida, os objetos observados foram divididos (de acordo com um reconhecido método de indexação de palavras pelas crianças) em “primeiros substantivos”, que são adquiridos por volta dos 16 meses; “substantivos iniciais”, conhecidos por volta dos 2 anos e meio; e “substantivos tardios”, que são aprendidos em estágios posteriores de aprendizado.

Primeira palavras

Entre os “primeiros substantivos” estão: mesa, cadeira, copo, mamadeira, comida, prato e colher. O estudo demonstrou uma forte correlação entre os objetos que mais apareceram nas gravações e os “primeiros substantivos” – as 15 primeiras palavras da lista apareceram entre os objetos filmados.

“Levar em consideração o visual traz toda uma nova dimensão para o processo de aprendizagem de palavras. Se você só se preocupa com o lado da palavra você pode estar perdendo metade do problema: pistas visuais que auxiliam no processo de aquisição da linguagem”, diz a professora Smith.

primeiras palavras

*Crédito da imagem: Shutterstock

estresse materno
Postagem anterior
10 dicas para combater a ansiedade e o estresse materno
Imunização
Próxima postagem
Imunização: Tudo o que você sempre quis saber

Sem Comentários

Envie uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

*

Voltar
COMPARTILHAR

Estudo afirma que é possível prever as primeiras palavras do bebê