10 maneiras de conter o seu pequeno na hora da birra (Terrible twos)

A birra nada mais é do que um ataque de pelanca, um mau-humor exacerbado, um chilique. Adultos passam por isso e as crianças também. Não tem álbum fofinho no Instagram mostrando sua família perfeita que vá esconder que isso também acontece na sua casa.

Mas existem maneiras de distrair nossos filhotes do drama iminente. A gente só precisa ser um pouco criativo.

birra

1. Distração

A melhor e a mais simples distração consiste em dizer da maneira mais animada:”Vem que eu quero te mostrar uma coisa!!!!!”. E aí se vira nos trinta, querido leitor, para achar essa coisa maneiríssima para mostrar.

2. Contagem

Na medida que eles vão crescendo e aprendendo a controlar o próprio temperamento, eles simplesmente usam do poder da fofurice para continuar com as explosões. Contar até 3 é a melhor coisa. Dá um tempo para ele e para vocês se controlarem. Eu não sei exatamente o que acontece se a gente chegar no 3, mas imagino o monstro do lago Ness invadindo minha casa e sequestrando a criança. Antes do 3 ela, até hoje, para qualquer ataque de pelanca, resignada.

3. Brinquedos de castigo

Vicky tinha a mania de arremessar algo longe quando estava no meio de uma crise. Normalmente era um brinquedo. Esse brinquedo espatifado era automaticamente removido e ia para uma cesta por tempo indeterminado. Muitas vezes, o medo de perder algo agradável pode colocar as crianças de volta nos trilhos.

4. Respirar fundo

Bom para adultos e crianças. Ficamos tão entretidos em nossas atividades que nos esquecemos de respirar fundo. Ensinar as crianças sobre isso, relembrá-los de que precisam parar para prestar atenção na própria respiração é das técnicas mais calmantes, sobretudo em momentos de crise. Ajuda pais a se acalmarem também.

5. Abraços apertados

De mãos dadas com respirar fundo, pegar seu filhote e colocá-lo num abraço apertado faz com que ele se sinta seguro e contido e com isso vá, aos poucos, se acalmando.

6. Cantinho da calma

Criamos um cantinho do silêncio lá em casa. Um lugar com almofadas, com livros prediletos, com bichinhos e um tapete. Quando ela começou com as crises, esse era o lugar para onde eu a levava e ela ficava se acalmando com os bichinhos. Não era um castigo e nem era levada para lá no auge da raiva. Ela escolhia a hora que queria sair. De vez em quando eu mesma passei a ir para esse lugar para me acalmar e ela percebia que aquele era um lugarzinho aconchegante e seguro para nós duas. Hoje em dia, quando ela mesma quer se acalmar de alguma frustração, ela vai para o cantinho da calma e medita por um tempo.

7. Música

Você pode incorporar música ao cantinho da calma. Fones de ouvido isolam o ambiente e a música muda automaticamente o humor de qualquer pessoa. Nada agitado. Aqui em casa um mantra funcionava.

8. Abaixe o tom de voz

Quanto mais chilique na hora da crise, menos você deve gritar. Por que isso é tipo tacar gasolina no fogo. Quando a criança começar a gritar, fale baixo em uma voz mais grave. Ele será forçado a prestar atenção e a se controlar.

9. Estimule o diálogo

Funciona melhor com crianças mais velhas. Em um momento de crise, leve-o para um canto mais calmo e estimule-o a falar sobre seus sentimentos, o que o está aborrecendo e pergunte sempre o que você pode fazer para ajuda-lo a se sentir melhor. Ofereça beijos e abraços.

10. Vá embora

De vez em quando, apesar de seus melhores esforços, nada funciona. Eu descobri que, ocasionalmente, a melhor coisa a fazer é nada. Vá embora e ignore. Este é o mais difícil de todas as opções porque é angustiante abandonar um filho. Muitas vezes deixar a criança sozinha é suficiente para que ela mesma se acalme e volte para a família depois do episódio.

Olha, cada criança é diferente. O que funciona para um pequenino pode não funcionar para outro. Experimente algumas dessas dicas e veja o que o seu filho responde melhor. E, a gente sempre aceita qualquer dica, por isso compartilhe sua técnica nos comentários.

Boa sorte e lembre-se de que, no meio de uma crise angustiante de birra, isto também passa.

Crédito da imagem: Shutterstock

Postagem anterior
Como deve ficar o coração de uma mãe de um atleta olímpico?
Próxima postagem
Johnson & Johnson volta com a campanha Bebê JOHNSON´S®. Saiba como participar.

4 Comentários

  1. Helô
    18 de outubro de 2016 at 12:49 — Responder

    Esse combo super funciona aqui!!! Brinquedos de castigo e distração (falo pra ela “escuta” “ta ouvindo isso?” E ela se poe em silencio pra conseguir ouvir)

  2. Janaina
    18 de outubro de 2016 at 12:53 — Responder

    Vou providenciar esse cantinho da calma la em casa. Adorei a dica. Obrigada e parabéns! !!

  3. Ana Paula França
    18 de outubro de 2016 at 23:23 — Responder

    oi camila! pra variar adorei suas dicas, tava precisando… essa do cantinho da calma foi excelente! a do brinquedo de castigo também vou testar! bjinhos e parabéns pelo blog!

  4. silvana
    20 de outubro de 2016 at 0:14 — Responder

    adorei as dicas , chegaram na hora certakkkkkkk

Envie uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

*

Voltar
COMPARTILHAR

10 maneiras de conter o seu pequeno na hora da birra (Terrible twos)