Período sabático em família viajando ao redor do mundo

Existem muitos blogs por aí relatando a experiência de pessoas que tiraram um ano sabático (ou deixaram tudo pra trás mesmo) para viajar mundo afora. Acho impossível resistir à leitura e não gastar alguns minutos horas navegando pelas fotos incríveis em destinos exóticos. O que me consolava até então era que a maior parte desses sites era mantido por jovens solteiros ou casais sem filhos, e eu pensava: “é, perdi a oportunidade, isso não é mais para mim”. Quando estava começando a me conformar, descobri todo um novo universo que está mexendo com meu coração aventureiro: muitas famílias foram seduzidas pela ideia e estão colocando seus pés e pezinhos na estrada também por períodos maiores.

Apesar de estar um pouco desatualizado, o site Vagabond Family reúne perfis de famílias viajantes e é uma fonte de troca de experiência para quem quer começar esse tipo de aventura. Lá é possível acompanhar histórias de famílias que estão viajando, já viajaram ou estão se preparando para dar esse passo. Além de dicas e trocas de experiências, o site traz orientações financeiras para se preparar economicamente para a viagem e como fazer Road Schooling – transformar o mundo na sala de aula das crianças.

As experiências e propósitos das viagens familiares são as mais variadas. Algumas encaram como férias prolongadas, outras acabaram se mudando em definitivo para algum lugar que conheceram durante a viagem e existem ainda aquelas que decidiram levar uma vida nômade e viver a vida viajando.

No site descobri a história de Jason e sua família. Ela e a esposa decidiram vender a casa, abandonar os empregos e passar dois anos viajando com a filha. Eles deixaram Portland, nos Estados Unidos, em novembro de 2012 e atualmente estão em Bali. É possível acompanhar todo o trajeto que eles fizeram e o relato da viagem no site Travel Junkies. Eles também têm uma seção onde mostram os gastos mensais em gráficos, dividindo em itens como transporte, acomodação, comida etc. Eles gastam, em média, de 100 dólares por dia.

P1030583

Gastos de Maio de 2014 no Vietnã e Cambodja. Mais detalhes aqui

March-2014

 

 

Já Mo, Martin e seus três filhos pequenos, com idades variando entre 5 e 10 anos, estão viajando há 730 dias e relatando sua experiência no blog The Clark Family’s Amazing Adventures. A família inglesa começou sua viagem pelo Brasil em Julho de 2012 e passou nove meses na América do Sul. A ideia era viajar por um ano, mas eles acharam que não foi o bastante e resolveram continuar sua aventura. Eles gastam em média 100 a 200 dólares por dia.

image37-1 image13 ice-bar-el-calafate

 

Merle de 5 anos, Mathilda, de 3, e seus pais viajaram durante dez meses com os filhos pela Ásia. Eles contaram como foi a experiência no blog Away we go bye bye.

image33

20140519-075918

image57

 

A família brasileira Tomasi decidiu explorar o mundo com os dois filhos de 5 e 3 anos a bordo de um furgão. Eles já conheceram mais de 55 países. Descobri sobre a história deles aqui. Não achei muitas histórias de brasileiros (tomara que alguém aí nos comentários me dê boas dicas a respeito para eu atualizar o post!). Na época da viagem da família Tomasi, as crianças não estavam em idade escolar obrigatória – a partir de 2016, a idade obrigatória para entrar na escola será 4 anos de acordo com o MEC!

familia-pelo-mundo-1

Quanto à educação formal, nos Estados Unidos, não basta simplesmente tirar as crianças da escola. É preciso planejamento e algumas autorizações para quem for fazer viagens mais longas, mas lá existem algumas alternativas possíveis: leia o trecho What about schools (em inglês). Não achei detalhes de como isso poderia ser feito no Brasil ainda.

O site Round the World Experts traz dicas em inglês para quem quiser planejar um Family Gap Year. O site brasileiro Nômades Digitais traz boas histórias de viajantes em português. Outros sites que encontrei mais específicos sobre o assunto: Gap Year e Inspired Breaks (em inglês).

 

 

* Crédito da imagem em destaque do texto Ano sabático em família viajando ao redor do mundo:  Lars Plougmann

Postagem anterior
Perda de memória na gravidez
Próxima postagem
Segurança das crianças: Por que casacos e cadeirinhas de carro não combinam

2 Comentários

  1. 28 de novembro de 2015 at 11:47 — Responder

    Oi, Mariana, escrevo diretamente da Tailândia, onde estamos com a nossa filha de 4 anos, após termos passado por China, Vietnam e Cambodja. Estamos completando 3 meses de viagem em alguns dias, e vou confessar que foi o melhor momento para mim como mãe. Hoje, fazendo castelo de areia na beira da praia, me dei conta de que finalmente sou a mãe brincalhona, aventureira e destemida que pensava que seria até a Sara nascer – e o milhão de atribuições da mãe/mulher/profissional/pessoa me engolir. Devemos ficar apenas mais um mês por aqui, mas serão os melhores 4 meses da nossa vida. Se quiser ver, estou contando um pouco das nossas andanças no blog aí de cima ;). Tem muita família na estrada mesmo!

    • Mariana
      30 de novembro de 2015 at 12:22 — Responder

      Que legal, Cristina! Vou lá correndo ler! Bjs

Envie uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

*

Voltar
COMPARTILHAR

Período sabático em família viajando ao redor do mundo