No avião com crianças: dicas de lanches

Se você está acostumada a viajar sozinha e sem crianças, vai estranhar quando começar a viajar com os filhotes. Viajar com crianças pequenas é sempre uma certa função, não importa o quão descolada você é. Falamos recentemente sobre viajar de avião sozinha com as crianças, e acho que esse post complementa bem, pois falaremos não de diversão e de como se organizar para viajar com menos tranqueira. Vamos falar de comida quando você estiver no avião com as crianças.

A Victoria até experimenta comida de avião, mas a verdade é que ela normalmente detesta quase tudo que chega na bandeja dela. Por isso, seja ponte aérea ou um voo internacional, eu acabo planejando uma lancheira com delícias que sejam mais saudáveis do que aquilo que as companhias aéreas servem e ao mesmo tempo fáceis de manusear e que seja mais difícil do pimpolho se sujar (e você na sequência)

 

Apetrechos

  • Garfo e faca infantis: bom se você resolver levar um iogurte ou frutas picadas
  • Copo infantil com canudo e tampa: eu sempre embarco com uma garrafinha de água gelada, porque ela sempre pede água na hora que o avião está subindo. Apesar dela já usar copo normal no seu cotidiano, em alguns momentos ainda prefiro a garrafinha de água infantil que evita “molhações” desnecessárias.
  • Lenço umedecido: melhor que guardanapo para limpar bocas e mãozinhas
  • Babador: Vicky aos 4 anos, já não usa mais babador. Mas de vez em quando ela se emporcalha então eu costumo cobrir a roupa dela com uma fralda. Cada vez menos, é verdade, mas dentro de um avião eu ainda prefiro ser precavida.

 

Dicas de lanches

 

Bebês

  • Se estamos falando de um bebê de até um ano, a verdade é que ele não precisa nada mais do que peito e/ou mamadeira. Se você usa fórmula, coloque o dobro do que você irá precisar, em caso de atraso nos voos. Consulte o seu pediatra e planeje a sua lancheira com as papinhas. Victoria, quando era bebê, gostava mais das papinhas doces quando viajava.

 

Crianças maiores de um ano

  • Fruta picada como maçã, melão ou melancia (sem caroço) que são mais durinhas e melhores do que mamão, abacate e outras frutas mais molengas, no caso de acidentes.
  • Frutas inteiras de fácil manuseio como uvas (sem caroço) ou banana (para os maiores que já comem inteiras, senão fatie em rodelas.
  • Frutas secas/desidratadas: maçã, pera, banana. Victoria adora, pois tem jeito de sobremesa. Compramos no hortifruti da nossa cidade ou em casas de produtos naturais.
  • Biscoito de polvilho: serve super bem para “croc croc” necessário para desentupir o ouvido nas subidas e descidas.
  • Barrinha de frutas. Aqui a Patricia Smith dá a receita de barrinha de banana. Aproveite e faça a mais, pois você também vai adorar.
  • Queijo em cubinhos: aqui em casa uso queijo minas, minas meia cura ou ricota. Eles não ficam fedidos no avião e são macios para as crianças.
  • Sanduiches com recheios variados, em pão de forma ou bisnaguinha e cortados em 4 quadradinhos. Sabores favoritos aqui: requeijão com geleia ou manteiga com queijo minas. Use a criatividade e faça combinações saborosas.

 

Dicas práticas

  • No caso de uvas ou bananas eu normalmente empacoto direto no filme plástico, que depois vai para o lixo e é menos um potinho para carregar.
  • Normalmente não espero muito tempo para oferecer as frutas pois algumas, como a maçã, escurecem rápido.
  • Na hora de rechear o sanduiche não exagere no recheio para não fazer lambança.
  • Não leve biscoitos no pacote, pois amassa e esfarela na bolsa. Coloque num pote plástico.
  • Não leve doces. Pensa sempre que não é uma boa ideia encher de açúcar, uma criança confinada em um assento de avião.
  • Leve água na garrafinha do seu filho para não ficar no estresse de só poder oferecer água depois que começar o serviço de bordo (eles não gostam muito de esperar por nada, certo?). Abro exceção para o polvilho pois, apesar de quebrar facilmente, eles são muito práticos.
  • Não leve comida com cheiros fortes, pois existem vizinhos por todos os lados.
  • Se o seu filho ainda não come de tudo, pergunte sempre ao pediatra se você pode oferecer as dicas que oferecemos aqui.
  • Acomode tudo em uma lancheira térmica ou bolsa térmica, assim tudo fica mais fresco, por mais tempo.

 

Fique feliz que você está dando mais um passo na intenção de se tornar uma mãe viajante profissional e boa viagem!

 

 

Imagem destacada: kidperez

https://www.youtube.com/watch?v=21pDdSg3Gxk
Postagem anterior
Retrospectiva: vídeos do Youtube de 2014
vida com filhos
Próxima postagem
O lado B da vida com filhos, em fotos

Sem Comentários

Envie uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

*

Voltar
COMPARTILHAR

No avião com crianças: dicas de lanches