Coisas de mãe

Organizando a rotina da casa com filhos, por uma mãe desorganizada

Por
Publicado em: 3 de fevereiro de 2014

Quando eu lembro de mim mesma no passado, reclamando de falta de tempo, tenho vontade de criar uma máquina do tempo só para voltar alguns anos e me dar uma bronca. Por mais que eu estivesse trabalhando enlouquecidamente naquela época, os minutos de folga eram meus, só meus e de mais ninguém, o que não acontece mais na minha vida pós maternidade.

Além dos compromissos que não posso mudar, como trabalho, percebi que a desorganização estava tirando horas preciosas do meu dia. Pois é, eu sou uma mãe desorganizada (nem tudo muda com a chegada de um filho); não consigo organizar papeis (troco tudo o que posso por documentos e anotações digitais) e não consigo manter meu armário arrumado por mais do que quinze dias. Um dia, depois de perder meus dez minutos diários procurando o celular antes de sair de casa pela centésima vez, depois de já ter andado até a esquina e voltado, sentei as margens do rio Piedra, chorei e decidi: hora de mudar.

Falta de organização é sinônimo de falta de tempo. E eu gosto e quero ter tempo para mim, para meu filho, para meu marido, para minha família e para meus amigos. (Mal aí, amigos, sei que ando em falta com vocês). Desde então estou tentando colocar um pouco de ordem na vida.  Fiz uma lista com as atividades e periodicidade que elas devem ser feitas e me obriguei a criar cardápios semanais. A mais importante decisão, entretanto, foi a de decidir resolver pequenas coisas por vez. Como a bagunça era enorme, achava que era preciso um dia inteiro, armários novos e caixas organizadoras incríveis, mas na verdade, pequenas mudanças diárias são bem eficientes. Por exemplo: “Essa semana vou comprar uma cesta de roupa suja nova. Sei que preciso mandar fazer dois quadros, comprar benjamins e uma pá nova, mas vou fazer só isso.”  A sensação de dar conta é tão melhor do que estar sempre devendo, que diminuí minhas metas feliz.

Outra coisa que parece não ter nada a ver com essa história, mas que para mim fez toda a diferença, foi incorporar exercícios físicos regulares na minha vida pela manhã. Muitas vezes a preguiça fazia com que eu dormisse mais uma horinha, deixasse para arrumar isso depois, aquilo amanhã… O pique que eu ganhei me exercitando fez com que eu tivesse muito mais disposição para arrumar a casa.

O que aprendi com todas essas mudanças é que organização/desorganização é muito mais hábito do que um traço de personalidade. Até eu que não levo o menor jeito pra coisa já posso ver progressos enormes e ter até um pouco de prazer com a organização.

Enfim, divido com vocês o que ando fazendo por aqui. As mães organizadas vão dizer que é coisa para principiante, mas para mim é um grande passo, acredite.

 

Diariamente

Primeira coisa da manhã: Abrir as janelas da casa e deixar o dia entrar. 

Arrumar as camas.

Estender as toalhas para tomar um solzinho depois do banho.

Limpar o quarto do Tom (varrer e passar pano úmido, porque ele é super alérgico).

Varrer e passar pano úmido na cozinha.

Arrumar o que estiver fora do lugar.

Tirar o lixo (de preferência, separado e pronto para reciclagem)

No ótimo site Vida Organizada, aprendi uma atividade que foi bastante útil, o destralhar. Consiste em andar pela casa durante 15 minutos (tem que marcar em um timer), com um saco de lixo recolhendo coisas que devem ir para o lixo, como embalagens vencidas de remédios e papeis antigos.

 

Duas vezes por semana

Trocar as toalhas de banho

Passar roupa

Varrer a casa e passar pano úmido na cozinha e no banheiro (isso varia de acordo com a necessidade)

 

 Semanalmente

Organizar o cardápio da casa. Optei por fazer compras semanais e preparo cardápio para apenas 3 dias da semana, porque, pelo menos por aqui, jantamos fora uma vez por semana e estava sobrando comida (não ao desperdício!). Assim, nos obrigamos a reciclar as sobras e inventar pratos novos. Apesar da minha vida corrida, nunca consegui me adaptar às compras mensais e gastava muito mais do que o necessário com elas. Organizar o cardápio dá trabalho, mas menos trabalho do que ter que pensar toda manhã o que deve ser feito.

Trocar a roupa de cama. Gosto de fazer isso às sextas, como uma espécie de boas-vindas para o final de semana. (No quarto de crianças menores, o ideal é que a troca seja feita duas vezes por semana, e no caso de bebês, 3.)

Passar aspirador na casa toda (somos uma família super alérgica).

Faxina nos quarto das crianças, principalmente das menores de 5 anos. Limpar também os brinquedos. (Brinquedos de banho devem ter secagem diária)

 

Quinzenalmente

Aquela faxina no banheiro e quarto

Aquela faxina na cozinha e sala

 

Mensalmente

Limpas os filtros do ar condicionado e as pás dos ventiladores.

Limpar a geladeira.

 

De dois em dois meses

Limpar a parte interna dos armários e as gavetas de roupas.

 

Esqueci alguma coisa? Como é na casa de vocês?

 

*Crédito da imagem: Wonderlane

4 Respostas para “Organizando a rotina da casa com filhos, por uma mãe desorganizada”

  1. karla dias

    adorei as dicas pois aqui em casa são três crianças e sempre ta tudo bagunçado ,a chave então perco umas 10 vezes no dia,vou seguir as dicas e obrigado.

    Responder
  2. Clarice

    Oi Mariana! Muito boas essas dicas! Acabei de montar um calendário personalizado pras necessidades lá de casa. Vou imprimir e colocar no mural da cozinha. Acho que vai me ajudar bastante, porque minha casa está uma zona. Aliás, tem alguma dica de como começar a organizar uma casa que está TODA errada? Tipo, coisas fora do lugar da cozinha até os quartos, dispensa cheia de entulho, roupa que não acaba mais pra passar/guardar… enfim, como eu arrumo tudo isso se as rotinas normais do dia-a-dia (cuidar de filho, cozinhar, lavar louça/roupa, etc.) não me deixam tempo nenhum de sobra pra arrumar aquilo que está há tempos desorganizado?

    Responder
  3. naiara m

    oii,querida!!! vivo nessa loucura de não ter tempo pra isso,praquilo,mas lendo aqui vi que posso mudar tudo me organizando melhor,tenho 3 filhos e no momento sem condições de contratar uma diarista amei as dicas um grande abraço p vc que deve ser um amor de pessoa!

    Responder

Deixe seu comentário