Resort na Bahia com as crianças

Eu e Victoria tivemos a oportunidade de passar o final de semana do Dia das Crianças em um lugar maravilhoso chamado  Resort IBEROSTAR Praia do Forte. Eu já conhecia a Bahia, mas nunca tinha pisado na Praia do Forte. Foi a primeira vez que nós duas nos hospedamos em um resort e eu finalmente entendi porque famílias de todo o Brasil se planejam o ano todo para passar uma semana relaxando no paraíso.

Viajamos a convite do próprio IBEROSTAR Praia do Forte e o mais legal é que estavam lá também a Natália do blog Roteiro Kids com suas duas filhas Giulia e Maria Clara, a Renata no blog For Mães com o Miguel, além da Carla, da revista Pais & Filhos. As crianças ficaram amigas desde o momento em que se encontraram no aeroporto e não se largaram mais até entrarem no avião de volta. E nós, as mães, aproveitamos para nos conhecermos ao vivo e também curtimos muito o final de semana em grupo.

O IBEROSTAR possui translado até o hotel. São 57 km de estrada e demoramos mais ou menos uns 40 minutos para chegarmos lá. O Resort possui sistema all inclusive, o que significa que todas as refeições, lanches, bebidas alcoólicas e não alcoólicas, serviço de quarto, serviço de piscina e frigobar estão incluídos no pacote. No início fiquei meio assustada com o tamanho da estrutura, achei que eu iria viver perdida, mas logo a gente se acostuma com os caminhos e consegue se locomover com desenvoltura.

Acomodações

O quarto que ficamos, um duplo standard, era bastante confortável, com uma varanda gostosa e ventilada. A cama era king size e, adicionalmente, eles abriram um sofá cama e filhota dormiu excitadíssima no próprio latifúndio. Isso também foi uma feliz novidade. As facilidades do quarto eram muitas: ar condicionado espetacular (o que era bom, porque estava bem abafado), frigobar estocado duas vezes ao dia, televisão LCD com TV a cabo, internet wifi (que não é de graça) e um imenso banheiro com banheira separada do chuveiro. A banheira, claro, virou uma piscina e os banhos da minha pequena diva eram demoradíssimos com direito a muitas brincadeiras com baldinhos, panelinhas e bonecas.

 

 Comida

O restaurante Pelô, o principal, servia todas as refeições no estilo bufê. Victoria adorou e comeu muito bem todos os dias. Ficou particularmente viciada em sorvete de duas bolas com todo tipo de confeito e tomava uns dois copões de água de coco por refeição. Também adorava a estação de frutas e se jogou no melão, maçã e melancia, mas não se encantou com as frutas locais. Já eu adorei a caipirinha de acerola e de frutas vermelhas. A área do bufê era imensa e eu confesso a vocês que fiquei meio zonza com a quantidade de comida. Mas bastava pensar em um prato e ele se materializava na sua frente. Adorei poder comer pudim, cocada, tapioca e cuscuz todos os dias.

O hotel conta ainda com três restaurantes à la carte, que funcionam com reservas. Um baiano (o meu predileto), um asiático e um francês (que não experimentamos). Nesses, a atmosfera é um pouco mais sofisticada, mas ainda assim as entradas e sobremesas são em esquema de bufê. Antes e durante as refeições são oferecidos vinhos, espumantes e drinques. No restaurante baiano peça a moqueca de camarão. Desde que voltei ao Rio que minha vontade é pedir que alguém me envie uma quentinha.

 

Piscinas e muito sol

Existe um “complexo” de piscinas intercaladas. Uma delas possui bar molhado, outras tinham entretenimento com monitores, outra tinha um playground em forma de navio pirata e outras eram mais tranquilas. Como estávamos com crianças pequenas e sem boias, optamos por ficar nas piscinas mais vazias, onde podíamos observar tudo com a atenção de “mãe-falcão”! De vez em quando a gente ia brincar na piscina infantil, mas Vicky estava mais interessada em exibir seus dotes de mergulhadora nas piscinas fundas. Haja coração!

 

Kidsclub

Por toda a parte a gente via monitores entretendo as crianças. Crianças de 4 a 7 anos podem se divertir no MINI CLUB, um parque infantil completo com jogos e acompanhamento da equipe de recreação. Já os mais velhos (7 a 12 anos) podem curtir o MAXI CLUB, espaço que oferece atividades mais adequadas para essa faixa etária. Todas as noites a equipe de monitores, chamada de Star Friends promove espetáculos e jogos participativos e, às 21 horas, é aberta uma pista de dança exclusiva para as crianças. Os menores de 4 anos podem frequentar o MINI CLUB, desde que acompanhados de algum adulto.

 

Estrutura para bebês

Embora a gente não tenha utilizado, o Resort tem uma estrutura ótima pra quem viaja com bebês de 0 a 3 anos. Além de um fraldário equipado, eles mantêm uma copa completa com lugar específico para as crianças comerem com conforto e uma geladeira abastecida com papinhas e comidinhas apropriadas para os pequenos. Outra coisa legal é que eles possuem serviço de baby-sitter e os pais com crianças pequenas podem deixar os pequenos sob a vigilância da cuidadora por algumas horas, enquanto vão fazer uma massagem ou jantar com mais tranquilidade, ao mesmo tempo em que a turminha aprecia a programação infantil e a pista de dança.

 

SPA

Passamos uma tarde no spa. Fizemos uma massagem relaxante ótima e depois fomos curtir a área molhada, com piscinas quentes, hidromassagem, banho romano e uma linda vista da praia. As crianças também curtiram o spa kids e, além de massagem, fizeram unhas e maquiagem no salão e brincaram com fantasias. #sonhodemenina

 

 A praia

O final de semana foi curto pra tantas atividades, então só fomos rapidinho molhar o pé e contar ondinhas. O mar estava meio batido e a miúda quis voltar logo pra piscina. Muito legal foi a gente aprender que os 600 metros de areia ali bem na frente do hotel é justamente o local onde as tartarugas vão fazer a desova. O IBEROSTAR e o Projeto Tamar possuem uma parceria e assim o Resort possui uma área educacional, deck para observação das baleias e a luz noturna é especial para que não atrapalhe as tartarugas que precisam se guiar pela luz natural para acharem o seu caminho entre a areia e o mar.

 

Dicas

  • Não se esqueça da certidão de nascimento (se o filhote não tiver RG). Mesmo que você leve o passaporte como documento com foto, ainda assim companhia aérea e hotéis exigirão comprovação de filiação.
  • Tire uma manhã e vá visitar a charmosa vila de Praia do Forte e o Projeto Tamar. Passeio imperdível sobretudo para as crianças – e pode ser agendado diretamente com o Resort.
  • Leve protetor solar potente e à prova d’água, gel refrescante pós-sol (aloe vera) e bastante repelente. Os pernilongos são ferozes e não se intimidam nem com ar-condicionado gelado.
  • Para os pequenos, leve brinquedos de piscina. Caso você não queira pensar nisso, existe um lindo kit na lojinha do hotel, e como vem em uma mochila, os miúdos podem voltar com elas nas costas.
  • A atmosfera é toda bastante casual. De dia o clima é chinelo, mas para jantar leve uma roupa leve, mas arrumadinha e sapatilhas/sandália.
  • Pelo menos durante a nossa estadia, a Internet era um bocado instável. Você está de férias e não deveria pensar nisso. Mas se você precisa estar conectado de verdade e com velocidade, considere levar consigo alternativas.

 

Postagem anterior
Quatro anos, e agora?
Próxima postagem
Messagens de texto antes e depois do casamento

4 Comentários

  1. CINTIA
    29 de outubro de 2014 at 22:07 — Responder

    QUE DICA MARAVILHOSA…

    • Camila
      31 de outubro de 2014 at 12:49 — Responder

      Cintia, dá vontade da gente não voltar nunca mais! Beijo

  2. 5 de novembro de 2014 at 23:20 — Responder

    Amei Cá!!! Os dias com vcs foram maravilhosos!!! Adoramos conhecer vc e a Vic. bjos

    • Camila
      10 de novembro de 2014 at 11:13 — Responder

      Rê, estamos mortas de saudades de todos vocês. Tomara que a gente consiga se ver rápido!

Envie uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

*

Voltar
COMPARTILHAR

Resort na Bahia com as crianças