30 registros que você não pode esquecer de anotar da gravidez ao 1º ano do bebê

Se passaram quase 4 anos desde que o meu filho nasceu e só agora, nessas férias, é que estou conseguindo colocar o livro do bebê em ordem. Parece mentira, mas a verdade é que vivemos tão intensamente a maternidade – especialmente nos dois primeiros anos de vida de nossos filhos os dias passam tão rápido -, que a gente se esquece do tanto de coisa que aconteceu e os devidos tempos e movimentos (datas). Sem falar que postamos uma coisa aqui e outra ali nas redes sociais e nos perdemos na bagunça.

Para que a sua preguiça, cara amiga grávida, não seja tão grande como a minha e você não tenha que recorrer a (falta de) memória sua e do seu marido e mais chegados, segue uma lista das coisas maravilhosas e engraçadas que você não pode esquecer de registrar nesse primeiro ano do seu bebê e de vocês como família.

1) O começo de tudo – A data da descoberta, não deixe de tirar uma foto com o teste de gravidez na mão.

2) Fotos da barriga mês a mês – O ideal é que você use a mesma roupa e tire a foto no mesmo local para se ter uma referência do início ao fim da gravidez.

3) Primeiro ultrassom – Imprima e escreva no verso onde foi feito, o nome do médico e como se sentiram.

4) Data prevista para o nascimento – Anotar essa data é bem divertido, você pode até fazer um “bolão” no chá de bebê e ver quem vai acertar a data que o bebê vai decidir nascer.

5) Descoberta do sexo do bebê – Eu brinquei com a cor azul e meu marido demorou a sacar, mas vale criar um pouco em cima do tema.

6) Desejos estranhos – Você acha que é bobagem, mas eu te digo que no meio da noite pode vir a vontade de comer melancia com sal e pimenta. Não deixe de anotar para se espantar depois!

7) A escolha do nome do bebê e seu significado – Poucos são os casais que concordam logo de primeira qual será o nome do bebê, faça uma lista com os nomes que vocês pensaram.

8) Escolha dos padrinhos – Quem foram os escolhidos e como vocês fizeram o convite.

9) Detalhes do chá de bebê – Vale fazer um álbum de fotos só da data.

10) Registro do quarto – Uma foto do antes e depois do quarto do bebê.

11) O dia – Escreva um breve relato de onde você estava e como foi que aconteceu, se a mala estava pronta, se o marido errou o caminho da maternidade …

12) Nasceu – Dia:hora:minuto:segundo, se estava sol/céu estrelado, tamanho e peso, cor do cabelo e dos olhos e qualquer outra característica do dia do nascimento.

13) Fotos – Não deixe de tirar essas fotos ainda na maternidade/casa de parto ou nos primeiros momentos do bebê.

14) A ida para casa (se for o caso) e a sensação de chegar em casa – Posso dizer que a chegada em casa foi um misto de medo e felicidade, deu aqueles 2 segundos do tipo “o que foi que eu fiz com a minha vida?” e “agora somos uma família!”

15) O primeiro banho – Decidiram no par ou ímpar ou deram o banho juntos?

16) Os medos – Cada dia você vai ter um novo e, depois, vai rir de cada um deles 😛

17) Mais fotos – Fotos do seu bebê todos os meses até completar um ano (de preferência no mesmo local para você ter a ideia do quanto ele cresceu).

18) A primeira gargalhada – Um dos sons mais lindos do universo, mesmo que tenha sido tal qual o episódio de Friends.

19) Passeio – Não deixe de registrar o primeiro passeio.

20) Marcos do crescimento – Anotar quando virou, sentou, engatinhou, andou etc…

21) O primeiro dente – E quando você menos esperar estará lá uma par de dentinhos bem pequeninos, mas que fazem o maior estrago.

22) A primeira palavra – Tá valendo mama, papa …

23) O Batizado – Se for o caso.

24) Fotos aleatórias de momentos fofos – Não se preocupe você vai tirar muita e muitas fotos (no celular, mas vai). Você pode usar um aplicativo para armazenar os diversos registros diários ou imprimir.

25) Brinquedos prediletos – Até hoje eu tenho guardado em uma caixa, junto com as primeiras roupinhas, alguns dos brinquedos que o Adam mais gostava. Para minha surpresa, sempre que abro a caixa, ele vem e brinca novamente até com o chocalho em formato de pezinho (lágrimas nos olhos).

26) Música favorita – Adam se acalma até hoje com a mesma música (Ciranda do anel, da Bia Bedran).

27) Tá na hora de comer – Momento patinha e as clássicas fotos da cara feia para sabores azedos, a boca suja de feijão e o restante da casa também.

28) Ao ar livre – A primeira vez na Praia, piscina, areia e grama vão render lindas fotos. Cada um desses elementos vai aguçar a curiosidade sobre a textura e temperatura.

29) O primeiro corte de cabelo – não se esqueça de guardar uma mecha.

30) Aniversário – E chegou o grande dia de comemorar o primeiro ano do resto das suas vidas.

 

 

 

Postagem anterior
8 detalhes que fazem a diferença em uma festa infantil
Próxima postagem
Baby Lead Weaning

1 Comment

  1. Ana Carolina Santos
    12 de agosto de 2014 at 9:46 — Responder

    Muito bom o post!

Envie uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

*

Voltar
COMPARTILHAR

30 registros que você não pode esquecer de anotar da gravidez ao 1º ano do bebê