Lista de perguntas para o obstetra na primeira consulta

Quando futuras mamães se descobrem grávidas, o primeiro pensamento é um turbilhão de emoções que a notícia gera na gente. Felicidade, pânico, medo, amor, tudo misturado. Mas o segundo ou terceiro pensamento é no obstetra. Algumas mulheres já tem um ginecologista que também é obstetra, mas outras ainda precisam descobrir um novo médico. Esse foi o meu caso e eu escrevi um post falando sobre descobrir o obstetra ideal aqui. E depois de agendar uma consulta, fiz uma lista de questões para perguntar na primeira consulta, já que eu tinha muito pouca intimidade com o universo baby. Mas minha obstetra, que eu adoro de paixão e foi uma das pessoas mais importantes e bacanas de toda a minha gestação, também me perguntou muitas outras coisas. E nosso bate-papo rolou mais ou menos assim:

 

O que eu perguntei 

  • O que era pré-natal e como a gente fazia isso? [E se você quiser ser menos tapada do que eu pode ler algo sobre isso aqui]. Quais exames ela iria pedir?
  • O que era ácido fólico?
  • Quais hospitais eu poderia parir? [Ela me deu uma lista de hospitais que, por acaso, batiam com os hospitais que meu plano de saúde cobria].
  • O quanto meu excesso de peso era perigoso para o bebê? [Eu estava muito gorda e esse era o meu maior pânico. Perder o bebê por causa do sobrepeso].
  • Que tipo de dieta eu deveria seguir e se eu poderia fazer exercícios?
  • Eu poderia viajar com quantas semanas? [Estava com uma viagem marcada com o marido que terminaria em uma feira de livros que eu participaria como expositora].
  • Como seria minha rotina durante a gravidez? [Considerando que eu trabalhava loucamente, dormia tarde e levava uma vida meio desregrada, mudou muito].
  • Como funcionava pra ela parto normal x cesárea [embora eu fosse tapada, queria parto normal e queria saber a opinião dela sobre o assunto e como isso acontecia na prática].
  • Ela era uma pessoa acessível? Poderia telefonar ou mandar um e-mail se tivesse dúvidas ou algum problema?
  • Eu precisava fazer alguma preparação específica para o seio durante a gestação?
  • Eu poderia tomar algum medicamento, como analgésico pra dor de cabeça ou remédio pra alergia? [resposta: um não bem redondo, não podia tomar nada sem ligar pra ela antes].
  • Qual seria a frequência dos nossos encontros?
  • Ela tinha algum laboratório predileto para eu fazer os exames e as ultras?
  • Precisaria de algum outro acompanhamento médico regular além dela?
  • Quais os riscos de engravidar na minha idade? Precisaria fazer exames específicos? [engravidei aos 36 anos e Victoria nasceu quando eu já tinha completado 37 anos, já tinha ouvido falar na amniocentese e estava meio preocupada com isso].

 

O que ela me perguntou

  • Se a gravidez tinha sido planejada e se eu já estava me preparando para isso [se já estava tomando ácido fólico, se tinha feito exames anteriores etc.];
  • Perguntas diversas sobre meu histórico de saúde pessoal, o familiar e o do marido;
  • Perguntas diversas sobre a minha vida, trabalho, estilo de vida, comportamento, planos para o futuro;
  • Se eu tomava medicamentos e quais eram esses medicamentos;
  • Se eu tinha uma nutricionista e se pretendia seguir com ela durante a gestação;
  • Se eu tinha um bom endócrino e seguiria com ele durante a gestação; [além da obesidade, tenho problema hormonal e histórico de diabete na família];
  • Quais eram os meus desejos e expectativas em relação ao período gestacional e ao parto?

 

Imagino que eu tenha feito outras perguntas e ela tenha me rebatido com outras tantas. Mas acho que o essencial para o primeiro contato está aí. Para mim era muito importante ter afinidade com essa pessoa que comandaria este acontecimento comigo, lado a lado, por 40 semanas.

E como a gente é mulher, ela tinha dois bebês e eu era o último horário do dia, também ficamos amigas instantaneamente, falando sobre marido, casa, filhos, como era na casa dela, como funcionava a vida de mãe x profissional, enfim. Assuntos que não eram de nenhuma ordem prática, mas ainda assim essenciais para que eu fosse gradativamente moldando o que viria a ser minha nova vida de mãe.

 

Imagem: www.freedigitalphotos.net
Postagem anterior
O que o poder do abraço pode fazer pelo seu filho
Próxima postagem
Calendário do advento - ideias para você fazer o seu

17 Comentários

  1. Katia
    11 de março de 2014 at 13:05 — Responder

    Camila, amei seu post.
    Tava aqui preparando as perguntas pra fazer na minha primeira consulta com a obstetra amanhã e achei suas dicas. Percebi que temos as mesmas dúvidas. Tô grávida pela primeira vez, com 34 anos e super acima do peso, então tenho as mesmas preocupações que vc.
    Vc ainda está grávida ou já teve o bebê?? Voltarei aqui mais vezes! Tudo de bom!

  2. Aline
    14 de março de 2014 at 10:53 — Responder

    Nossa sou mamae de primeira viagem, ja mais imaginei que uma mulher gravida teria que passa no obstetra na verdade nunca tinha escultado esse nome.
    Adorei ler esses comentarios e dicas, me ajudaram bastante agora.

    • Camila
      14 de março de 2014 at 10:57 — Responder

      Oi Aline o obstetra é o profissional especializado em gestantes, enquanto o ginecologista é o profissional especializado na saúde da mulher. Muitos ginecologistas são também obstetras, mas nem sempre. Conte sempre conosco!

  3. Aline
    14 de março de 2014 at 11:22 — Responder

    nossa, tou muito enjuada, so de falar em comida ja passo mau, tem alguma coisa que eu possa fazer pra poder alivia um pouco esses enjouos?

  4. GABRIELA
    4 de outubro de 2015 at 13:09 — Responder

    Nossa… estou com 17 semanas e já passei por três consultas de pre-natal. Minha obstetra tá deixando muito a desejar. O assunto não rende com ela. Mesmo que eu tenha feito algumas dessas perguntas, parece que continuo sem respostas.

  5. Pamella
    18 de maio de 2016 at 16:36 — Responder

    Oi querida, estou grávida primeira vez também estou acima do peso mas não tenho nenhum problema de saúde, pressão arterial normal, glicose enfim tudo normal mas por esta acima do peso tive que fazer meu pré natal com uma obstetra do setor de risco isso aconteceu com você? Peso: 110 altura: 1,70

    • Camila
      19 de maio de 2016 at 16:44 — Responder

      Pamella, meu pré natal foi feito com minha obstetra mesmo, em consultório. Eu tinha também uma nutricionista, que já estava frequentando desde antes da gravidez e continuou me acompanhando quinzenalmente. também continuei fazendo exercícios físicos, que já fazia anteriormente. Eu tenho 1,66 e quando engravidei tinha 100kg. Deu tudo certo comigo, mas sei que ela me olhava e me cuidava dobrado e cada quilo que eu ganhava era um olhar enviesado (mas carinhoso) que eu ganhava. Eu engordei menos de 10kg na gestação. Mas precisei me esforçar muito para ser paciente modelo. Beijo e boa sorte

  6. Carol
    21 de julho de 2016 at 9:37 — Responder

    Olá Camila, amei seu post e seu site!!!
    Vc teve parto normal??
    Vc é de Sp, pode indicar sua medica??
    super obrigada!!
    Bjs

    • Camila
      21 de julho de 2016 at 15:34 — Responder

      Obrigada pelo carinho. Eu sou do Rio e minha obstetra é daqui. Beijoca

  7. 9 de fevereiro de 2017 at 19:59 — Responder

    Oi minha menstruação veio dia 30/08/3016 e parou no dia 02/09/2016
    até esses dias fiquei com meu marido depois dih uns dias agente separou í depois dih uns dias fiquei com um amigo so que no mesmo dia eu tomei a pílula do dia seguinte e minha menstruação nao veio si não desceu será que era pq eu ja tava grávida??

  8. Gabriela Pedrita Ferreira
    25 de junho de 2017 at 15:51 — Responder

    Olá, Camila!

    O seu post ajudou e muito, para clarear as minhas perguntas.
    A obstetra deixou você viajar?
    Estou com o mesmo problema, tenho viagem marcada desse de Novembro.
    Amanhã saberei o que farei.

    • Camila
      26 de junho de 2017 at 11:42 — Responder

      ela deixou, mas a resposta padrão era: vc só vai viajar se tudo estiver bem e se no dia eu te examinar e tudo estiver perfeito. 🙂 boa sorte e me conta!!! 🙂

  9. Deise
    19 de setembro de 2017 at 23:23 — Responder

    Mantive relações com meu namorado, ele ejaculou dentro, só que 4 dias depois eu minha menstruação desceu. Ainda ah possibilidade de gravidez?

    • Camila
      26 de setembro de 2017 at 10:07 — Responder

      Somente um exame e uma consulta médica poderá responder a sua pergunta.

  10. Amanda
    26 de setembro de 2017 at 9:59 — Responder

    Olá Camila, bom dia!
    Moro no RJ, vc poderia me passar o contato da sua obstetra? Precisando urgente! Desde já agradeço!

    • Camila
      26 de setembro de 2017 at 10:08 — Responder

      Dra Valeria Seidl. Tel. 2540-8342. Não aceita plano.

Envie uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

*

Voltar
COMPARTILHAR

Lista de perguntas para o obstetra na primeira consulta